quinta-feira, novembro 02, 2006

Felipe

Yesterday a friend of mine googled me and mentioned something I already knew: the first entry is my profile in this anime community.


--


quinta-feira, julho 14, 2005

Asaba Hideaki

"...And Redemption Always Comes at the End."



Frente ao fato de possivelmente não assistir animes durante o período de um ano, lembro que em fevereiro passado fui até a casa de nosso amigo Touji e fizemos uma coletânea de canções animescas. Reunimos os animes que eu mais gostava, não eram muitos e preenchemos os espaços de um cd procurando canções que eu acabasse gostando. Lembro de uma das músicas hesitantes, que eu não queria colocar por algum motivo, se chamava Blue Bird, de um anime chamado Haibane Renmei, que eu havia ainda conferido seus sonolentos primeiros dois episódios, e era somente instrumental. Era interessante, mas dotada de uma extrema melncolia, especialmente em su segunda parte. Lembro que o cd fez parte de diversos pontos desse meu último ano, escutava algumas das músicas a exaustão, dentre elas a abertura do anime Hikaru no Go. Blue Bird estava imediatamente antes e ajudava em algumas horas em que lembrava de meus amigos aqui no Brasil. Um certo dia estava a desenhar num parque em Zürich e a canção me inspirou um desenho que me deixou um pouco intrigado, devido a todo um contexto que acabei criando para o mesmo. A música me relatava a tregetória de alguém que estava subindo os céus inicialmente, subindo a segurar nas mãos de anjos, que alegremente festejvam àquela chegada até a entregarem a uma barba branca que sussurva algo em seu ouvido e entregavam-na a dois novos anjos que preparavam o seu regresso, pois ela ainda não estava pronta e ali ainda não era o seu lugar.

Confesso que fiquei um pouco assustado quando assiti, quase um ano após fezer o desenho, a série Haibane Renmei e verifiquei tantos aspectos daquele contexto na série. Claro que a história não era essa, e eu já fazia uma idéia do que se tratava, pois como mesmo disse dois de seus episódios eu já havia conferido e amigos sempre conversavam sobre ela aqui ou ali. Realmente o rítimo da série é inicialmente lento, com a descoberta de um cocoon, o nascimento de um Haibane e seu ajuste naquela pequena sociedade. Temos personagens carismáticos e interessantes para aquele contexto, constantemente preenchido por uma melancolia disfarçada de um leve esforço de vida normal. O problema, ou pelo menos a surpresa, é que isso é o grande fator enrriquecedor do texto, a terceira dimensão dada aos seres habitantes daquela pequena cidade vem desse ambiente. E a medida que se descobre cada um dos personagens principais vemos como eles são humanos apesar de serem tratados, bizarramente, como mais e menos, ao mesmo tempo, que eles. Isso pode ser observado pelo fato deles serem considerados seres sagrados, ou num melhor colocação, abençoados. Ao mesmo tempo, eles possuem várias restrições de convivência, devendo trabalhar obrigatoriamente, usando roupas já usadas, não trabalhando com nenhum outra moeda comercial que seus tickets de troca ou indo a um tempo de consulta onde só podem falar quando ordenado. Talvez seja até injusta essa análise das restrições, uma vez que não nos é apresentado a sociedade humana propriamente, não sabemos como eles funcionam e realmente não fazem falta, apenas expressam o clima de repressão, levemente, imposta aos Haibanes (sim, vocês ficarão revoltados no início).

Mas Haibane Renmei está longe de ser um anime político-social, seu contexto é centrado no desenvolvimento interno de cada personagem, em especial Rakka, que é a debutante da nova cidade no episódio piloto e é através dela que somos apresentados a tudo e todos. O clima existencial da série trata dos medos, anceios e significado da presença de todos ali, aparentemente conectados a isso pelo sonho que tiveram enquanto hibernavam no cocoon. Seu nome naquele ambiente, que maior metáfora para início de existência, é tirado desse sonho. Aos longos dos treze episódios o espectador descobre que não está diante de uma obra qualquer, mas de uma das mais profundas análises sobre existêncialismo, perdão e redenção já vistas. É simplesmente impossível não entrar na história e identificar-se com a procura inicial de ajuste, substituída pela imensa dor da perda e por fim caminhando na difícil estrada da aceitação. Expressando sempre os sentimentos de forma tênue e sempre fazendo as associações ao tempo e suas estações. Ao fim do décimo terceiro, e último, episódio a certeza que se tem é que acabamos de contemplar uma obra-prima.

É claro que HR também tem algo que não deixa os fãs em paz desde Evangelion: as próprias suposições. No delinear dos episódios, as idéias de cada mente à assistir fica mais clara sobre o que pensa ser todo aquele limitado universo. Nada é explicado, além da jornada ds persongens principais, ficando a cargo de quem assiste o que viria a ser tudo aquilo e seu propósito. Os mais imaginativos levantam as mais rebordosas teorias e elas vão variando até a palavra ser passada aos mais céticos e analíticos. Ao final de Haibane Renmei a única certeza que se tem é o quanto todo aquele conflito de sentimentos te tocaram, como as perguntas mais abstratas que se tem, na mais profunda das mentes, foi alterada e que nova visão seria levantada à partir daí. Não vale a pena descrever o que acontece na série, o mais importante é dizer como se sente depois dela (e isso é um não sobre quem quer saber o que acontece no final).

"Feche os seus olhos, pois na hora de partir um Haibane some sem deixar vestígios" - Reki


--


terça-feira, julho 12, 2005

Yomiko Readman

OMAKE



entra ano e sai ano, mas uma coisa é certa: julho é mês de omake. e como todos os anos, a galera tem se preocupado em arranjar um lugar melhor para realizar o evento e desta vez será realizado no teatro da ufpe (e venhamos e convenhamos não podia ser em um canto melhor que esse). mas eu não sei se o problema é comigo ou sei lá o que, mas não tou muito empolgada com a programação (olhem lá no site). tsubasa chronicle na manhã de uma quinta-feira é só pra quem não estuda na ufpe e nem trabalha, né? só me empolguei mesmo para ver mahou sensei negima e ghost in the shell 2 que serão no sábado à tarde. será que tem na lista outro anime legal que possa ser visto por uma pessoa que tem compromissos como faculdade e estágio? tou aceitando dicas.

Programação do Auditório

Quinta-Feira - 14/07
10:30 Abertura do evento
10:35 Cerimônia oficial de abertura
10:45 Tsubasa Chronicle
12:25 MÄR
14:05 Aquarian Age
15:45 Paranoia Agent
17:25 Karaoke
17:55 Grenadier
19:35 Blood Trinity
21:00 Fechamento do auditório

Sexta-Feira - 15/07
10:35 Vandel Busters
12:15 Tokyo Underground
13:55 Bleach
15:35 Air
17:15 Karaoke
17:45 Apresentação de Bandas: Novacaine
19:15 Basilisk
21:00 Fechamento do auditório

Sábado - 16/07
10:35 Project Arms
12:15 Furikuri
14:45 Maho Sensei Negima
16:20 Ghost in the Shell 2
17:50 Karaoke
18:20 Cosplay
19:20 Apresentação de Bandas: Noise
20:50 Aberturas de anime da década de 90
21:00 Fechamento do auditório

Domingo - 17/07
10:35 Keran Butoh Sai
12:15 Beck
13:55 Tactics
15:35 Great Teacher Onizuka
17:15 Karaoke
17:45 Cosplay
18:45 Gankutsuou
20:25 Cerimônia de Premiação e Encerramento
21:00 Encerramento do Evento


--


quinta-feira, junho 16, 2005

Yomiko Readman

alô, tem alguém aí?

ai... é uma tristeza entrar neste blog e encontrá-lo desta maneira. o último post foi de janeiro!!! carambola... isso aqui não é nem sombra do que costumava a ser, nem muito menos os encontros na animail. ô, céus!
sei que estamos todos atarefados e tudo mais... mas não éramos atarefados também antigamente? era um tempo tão divertido.... :~~
mas contem aí os animes que andam assistindo e/ou que ouviram falar e vamos dar uma turbinada nisto aqui, ok?

vou começar...

eu estou vendo tsubasa chronicle. baixando religiosamente todo episódio que vai aparecendo no animesuki. o mais legal desse anime, não sei se vocês sabem, é que as meninas da clamp colocaram diversos personagens clássicos em situações bem diferentes. os principais são sakura e syaoran (de sakura card captors), que tão adolescentes e vivendo num mundo completamente diferente da terra, o país de clow. nesse mundo, sakura é a princesa e seu irmão, tooya, é o imperador (e yukiiiito é o feiteceiro). syaoran (que na estória é filho do pai de sakura - entenderam?) trabalha nas escavações das ruínas próximas a cidade sede. bem, a estória começa quando sakura visita essas ruínas e perde todas as suas lembranças que se transformam em penas e se espalham pelo universo afora e, para salvá-la, syaoran tem que sair viajando pelos diferentes mundos catando essas penas. mas ele não está sozinho nessa missão: ele conta com a ajuda de kuragane e fye, que também querem viajar pelos mundos para alcançar seus próprios desejos, e da mokona (guerreiras mágicas de rayerth, sim!!!) que os teletransporta de um lugar para outro. e para quem gosta dos animes da clamp, se prepare! novos personagens de outras estórias vão aparecendo no decorrer dos episódios! é muito legal! então a dica é: quem tiver interesse ande logo e baixe tudo! \o/
para os curiosos, outras informções aqui.

e povo da animail: vamos dar o ar da graça, né? :P


--


domingo, janeiro 16, 2005

Leonardo Ferraz

Comentários!

Oi minna-san!!! Esses últimos dias dei uma checada em dois animes da nova temporada! E queria falar um pouco deles por aqui! ^^

Mahou Sensei Negima

O primeiro foi Mahou Sensei Negima. Esse anime é baseado num mangá do mesmo nome, de autoria de Ken Akamatsu. Akamatsu-sensei já fez muito sucesso por aqui com Love Hina e dá pra notar diversas semelhanças entre os dois títulos! ^^ Gostaria de ressaltar que ainda não li o mangá (Estou até baixando!), portanto só posso falar aqui da sua adaptação animesca! ^^

A história se passa num colégio para garotas chamado Mahora Academy. De cara conhecemos a Naru do pedaço: Kagurazaka Asuna-san! Ela é briguenta! Ela é apaixonada por seu sensei! Será qualquer semelhança mera coincidência? ^^ Hehehe! Só não sei ainda sobre alguma promessa! ^^ Com Asuna-san somos apresentados a várias outras alunas, como Konoka-san que me fez muito lembrar uma Tomoyo (É! Tomoyo de Sakura Card Captors mesmo! ^^) um pouco mais crescida! ^^ Mas a história começa mesmo com a chegada de Negi Springfield (Hahaha! Akamatsu-sensei deve ser fan dos Simpsons! \o/)! Negi-kun é um garoto-prodígio de 10 anos que chega na escola para ser professor! Isso para o desespero de Asuna-san, que torcia (Com um pouco mais de afinco que o normal! ^^) pra que Takahata-sensei continuasse como professor da sua turma! ^^

Não só "Naru" dá as caras aqui!! Temos uma tímida (E que tem medo de homens) muito parecida com Shinobu-chan, que é a Nodoka-san (owwwwww! Kawaii! ^___^ Minha personagem preferida já? ^___^). Temos um par de alunas super ativas e que adora pregar peças, como Suu-chan. ^^ E tenho certeza que mais similaridades aparecerão! De cara pela abertura nota-se que todas vão se apaixonar por Negi-kun! Mas alguém tinha dúvida disso? ^^

Não quero me extender muito, já que vou falar ainda de outro anime! ^^ Então pra encerrar quero dizer que, apesar de não ser um vencedor no quesito originalidade, Mahou Sensei Negima é muito divertido! Me decepcionei um pouco com o anime de Love Hina, já que li primeiro e adorei! Dessa vez meu primeiro contato está sendo feito pelo anime! Quem sabe não gosto mais, né? Fica aqui minha recomendação! Em especial pra quem gosta de uma divertida comédia! E pra quem gostou de Love Hina!! Eu me encaixo nas duas afirmações! E você? ^___^

Starship Operators

O segundo anime que vou falar é bem mais sério do que Negima! Starship Operators é uma ficção científica com (Até o primeiro episódio) pouca ação e muita conversa! Talvez a conversa e os termos científicos afaste muita gente! Mas não a mim! ^___^ Falando um pouco da história! Starship´ se passa no ano 2300, onde a raça humana colonizou vários mundos, e várias novas nações surgiram. É nesse universo que a Amaterasu, uma nave espacial do planeta Kibi, faz alguns exercícios com cadetes em treinamento. Tudo está na maior calma quando surge a notícia: A aliança declarou guerra à Kibi! E Kibi se entregou imediatamente...

Mas apesar de todos os oficiais veteranos tenham deixado o Amaterasu e aceitado a rápida definição do conflito, os jovens cadetes pensam diferente! Com o apoio da Galaxy Network (A CNN do futuro? :P) eles conseguem comprar a nave! Além de apoio para lutar contra a aliança da nações! Isso em troca de uma pequena coisa: Os direitos de transmição in loco das batalhas!!

Esse é o ponto de partida desse anime que irá durar somente 12 episódios! Mal posso esperar pra que o próximo episódio seja lançado!! Acho que quem gosta de uma boa ficção científica vai apreciar!! Recomendo!! ^___^

É isso minna-san! Espero que tenham gostado dos comentários sem-noção!! Em breve volto potocando sobre animes e mangás que eu esteja acompanhando! ^^ ja ne! o/



--


terça-feira, janeiro 04, 2005

Yomiko Readman

yomiko diretamente de tokyo para a animail-pe



ontem comecei a minha saga de compras de mangás e olha que coisa linda eu achei!!!

*__________* sugoooooi!


--


Leonardo Ferraz

Campanha por Shoujo!

minna-san!!

Sim! Dois posts em menos de uma semana!! Mas em primeiro lugar, Feliz Ano Novo a todos!! \o/ Hoje o meu post é para pedir a ajudar de todos! De todos que gostariam de ter um pouco mais de mangás shoujo nas bancas brasileiras!!! Segue o texto de uma campanha para que isso seja viabilizado! Com a palavra K-chan! Também conhecida entre nós como Akito-chan:

"Oi gente,

Gostaria de convidar todos para participar de uma Campanha que a Juliana Sampaio está organizando para que possamos ter mais shoujo em nossas bancas. Entre eles, claro, FRUITS BASKET. Então por favor, ajudem nesta campanha. Vamos mostrar nossa força de união.

CAMPANHA:

Preencha os dados a seguir, lembre-se que é de total importância o correto preenchimento dos dados abaixo.

Nome:

Idade:

Endereço:

Cidade:

Estado: Tel:

E-mail:

Comentários:


Sou fã dos mangás: Fruits Basket, Karekano e Hanakimi. Indico para a editora "JBC ou Conrad" e me comprometo como fã em adquirir quaisquer dos títulos acima mencionados. Também estou indignado com a falta dos mangás no estilo shoujo no Brasil e participo voluntariamente e sem propósitos financeiros para o mesmo. Sem mais.

Atenção: Respondam esse questionário e postem como arquivo na lista:
tomodachi_no_shoujo@yahoogrupos.com.br ou portalanimeclube@yahoogrupos.com.br ou então mandem para o meu e-mail: hitomiyui2@yahoo.com.br, com o seguinte título: Contribuição para a campanha shoujo mangá!

Gente, colaborem tá, coloquem nos sites, nos blogs, nos fóruns em todos os lugares!

Juliana Sampaio - coordenadora do grupo Eirubi- PAC e com a total apoio de Váleria e de todos vocês! A campanha é nossa e temos tudo para dar certo!

Essa campanha é séria. A Juliana pegará todas as assinaturas e enviará em formato de carta para as editoras. Então precisamos de volume. Vamos ter confiança que dará certo. Qualquer coisa é só perguntarem, mas não deixem de participar. OBrigada pela atenção!

Beijocas

K-chan"

É isso pessoal! Eu já fiz minha parte!! Não vamos ficar lamentando a falta de opções de títulos na banca! Bora ao menos tentar mudar isso, não é verdade? \o/

ja ne!!! o/



--


sexta-feira, dezembro 31, 2004

Leonardo Ferraz

Feliz 2005!!!

minna-san!! Faz tempo que não postamos por aqui, não é verdade? :( Mas estou aqui ao menos para desejar a todos um ótimo 2005!! Com muita paz, alegria, amor e saúde a todos!!! E quem sabe que com 2005, chegue também um renascimento do blog e dos encontros! Sinto muita falta mesmo... ^^

Enfim!! Que tudo que vocês desejem se torne realidade!! E viva pra Animail!!! ^^

Abraços e beijos!!!!!



--